LUIZ PAGANO – Histórico & Projetos

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

LUIZ PAGANO – Histórico & Projetos

Trabalho artístico de Antonio Pagano ‘TAO’
1966 – Nascido a 12 de setembro, no bairro da Moóca - Filho de Antonio Pagano ‘TAO’, também artista plástico. 
O contato com materiais de desenho e tintas inicia-se em tenra idade, sua mãe, Lydia, diz que aprendeu a desenhar antes mesmo de aprender a falar.

Luiz Pagano aprendeu a desenhar antes mesmo de aprender a falar

1974 – Aos nove oito de idade, enquanto as crianças da classe se esforçavam para fazer o s primeiros traços, Pagano já demonstrava grande conhecimento de técnicas e estilo artístico.

Desde cedo o Japão e a cultura japonesa aparecem de forma contundente em seus traços (logo acima, dançarina japonesa sobre tronco serrado), seja por influencia de seu pai, que que pelo fato de representar marcas de motocicletas do Japonesas, tinha muito contato com a cultura (tira bem acima, gueixa - traços de nanquim por TAO), ou mesmo por ter grande parte de seus amigos de infancia pertencentes à comunidade nipo-brasileira.
 
códices ilustrados de Luiz Pagano 1974
1979 – Aos 12 anos, inspirado por Leonardo da Vinci, começa a escrever códices ilustrados, com pesquisas de plantas (foto estudo do crescimento do feijão) e até cria cupins de terra em um aquário para estudar seu comportamento.
 
Quadro de 'TAO' Antonio Pagano 1978
1981 – Nos anos 80, seu pai, ‘TAO’ torna-se o proprietário de uma loja de arte e moveis na cidade turística de Embu das Artes, lá vende alguns trabalho de Luiz Pagano e de Antonio Pagano (irmão mais velho de Luiz).

1983 – Pagano tem aulas de ‘Formação Especial’ no SESI 414 – Vila Leopoldina, nas quais aprende técnicas artísticas diversas, escultura, modelagem em argila, trabalhos em couro, etc.


No dia 3 de maio do mesmo ano inicia o projeto ‘Museu de Pagano’, no qual desenha seus sonhos. Pagano acredita que a melhor academia de desenho e criatividade vem de seu próprio subconsciente.
 
Luiz Pagano escreve ilustra o jornal ‘Aula Vaga’, no qual aborda assuntos estudantis e políticos
1984 – Pagano envolve-se com professores e alunos ligados às mobilizações estudantis para eleições diretas e o fim do regime militar.  Nessa época cria e junto a amigos do segundo colegial, no colégio Prof. Architiclino Santos, no Parque Continental, o jornal ‘Aula Vaga’, no qual aborda assuntos estudantis e políticos. Todas as ilustrações são de Luiz Pagano.
 
Pagano desenha em seus cadernos com esferográfica
1985 a 1989 – Por conta do ‘Aula Vaga’, única forma de desenhar no estêncil do mimeografo é com caneta esferográfica, Pagano aperfeiçoa a técnica e desenha em seus cadernos com esferográfica, como se fosse um ‘bico de pena’.
Aerografia por Luiz Pagano - motivos espiritas da Umbanda e do Candomblé 

1990 – Nesse ano se interessa pelo mundo mágico e desconhecido, começa explorar religiões e seus efeitos na criatividade, estuda geometria sagrada e apesar de seu ceticismo, começa a desenvolver sua mediunidade em grupos de Umbanda e Candomblé (no desenho aerografado a direita vemos uma entidade que assume a forma de um índio, auto-intitulado Guará, ao lado esquerdo,  manifestação do corpo espiritual preso ao cordão de prata).



1994 – Começa a pitar e moldar quadros em técnica de escultura de fralda embebida em gesso. A primeira série trata da libertação das ex republicas Soviéticas, em seguida cria peças decorativas como a série do Palácio Ducal de Veneza, que são comercializados na Villa Antica, em Carmel na Califórnia USA.
 
lustração de Luiz Pagano para a campanha do Itaú ‘Doutores da Alegria’
1996 – Ilustrações Publicitárias – Com essa ilustração feita para a campanha do Itaú ‘Doutores da Alegria’, Pagano cria algumas poucas peças de ilustração publicitária, mais tarde dedica-se a ilustração editorial.
 
Quandros de Psico-Pictografia de Luiz Pagano
1998 – Depois de muito se aprofundar em geometria sagrada, semiótica e desenhos psíquicos, Pagano desenvolve uma técnica, que passa a chamar de Psico-Pictografia – arte de representar parte da psique do cliente em telas personalizadas. Em parceria com sua irmã, Mariangela Pagano, desenvolve ambientes inteiros seguindo os preceitos do Feng Shui com suas telas. http://casa.abril.com.br/materia/protegi-minha-casa-com-feng-shui

2000 – Inicio da pesquisa histórica sobre a vida de Santos=Dumont – imbuído de amor pelo seu país natal, o Brasil, Pagano busca brasileiros que melhor o representaram no exterior. Chegar a Santos=Dumont foi fácil, desde então a admiração pelo inventor só fez crescer.


 “Se você acha que está tudo errado com seu país, comece valorizando algo nele que te dá orgulho, e dai é só ampliar esse sentimento para outras dimensões”.
 
HQs e Ilustrações editoriais de Luiz Pagano
2002 – HQ e ilustrações Editoriais para a revista Superinteressante. Pagano Trabalha como colaborador para a sessão Superfantastico de 2000 a 2002, e cria e ilustra uma HQ intitulada o Erro de Einstein. http://www.zupi.com.br/o-erro-de-einstein/

2006 - Criação das Plataformas Blemya/Ame o Brasil/Capivara Paulistana.
A necessidade de se comunicar localmente e globalmente, através da arte, leva Luiz Pagano a criar em 2006 três novas plataformas criativas na forma de blogs:1- Capivara Paulistana, que conversa direto com a cidade de São Paulo; 2- Ame o Brasil, de alcance nacional; 3- BLEMYA, blog no qual aborda sua formação acadêmica, Comercio Internacional e as relações culturais do mundo.
2006 - Luiz Pagano cria as plataformas Blemya/Ame o Brasil/Capivara Paulistana.






Uma cultura de valorização artística da própria origem como paulistano (blog Capivara Parade), como brasileiro (blog ame o Brasil) e como Terráqueo (blog Blemya). “A valorização e gratidão por nossa essência e e também a gratidão por fazer parte de uma sociedade, que cresce e respeita todas as demais religiões é a minha religião - Ominista de integração universal”.
Luiz Pagano recebe a medalha 'Mérito de Cabangú'por seu trabalho de pesquisa e arte sobre a vida de Santos=Dumont.


2014 – Criou as estampas das malas do programa Adotada MTV



No dia 18 de Julho de 2014, recebe a medalha ‘Mérito de Cabangú’, em evento para celebrar o 141o aniversário de Santos=Dumont, das mãos do Sr Tomás Castelo Branco, em cerimônia oficial da Aeronáutica, por reconhecimento ao seu trabalho de pesquisa e arte sobre a vida de Santos=Dumont.

Luiz Pagano é convidado a ter suas obras da série 'Ame o Brasil' nas salas de autoridades das bases aéreas de São Paulo e Brasilia, ao lado de Romero Brito e Sônia Menna Barreto
2015 - O Projeto 'Ame o Brasil' de Luiz Pagano, com seus quadros emblemáticos é exposto na Sala de Autoridades da Força Aérea Brasileira, nas Bases Aéreas de Cumbica e Brasilia por ocasião da posse de cargos públicos.
Luiz Pagano no primeiro Capivara Parade - Capi Parade do Shopping Palladium em Curitiba

2016 - Executou em maio a primeira Capivara Parade, projeto criado em 2008 atreves de seu blog Capivara Parade , no projeto Capi Parade do Shopping Palladium, na cidade de Curitiba.
SaveSave
SaveSave

Nenhum comentário: